Começa temporada de passeios turísticos para avistar baleias no Espírito Santo -


TURISMO REGIONAL

Famosas pelos seus saltos, as espécies podem ser vistas por até 40 quilômetros de distância da costa da capital capixaba


 Por Geraldo Gurgel (com informações da Secretaria de Estado de Turismo do Espírito Santo) 

08_07_19_Baleias_ES.jpg

Baleia na costa do Espírito Santo. Foto: Leonardo Merçon/Instituto Últimos Refúgios/Amigos da Jubarte 

A temporada de avistamento das baleias Jubarte no Espírito Santo já começou e vai até o mês de outubro. Com embarcações regulamentadas pela Capitania dos Portos e equipes treinadas, os passeios turísticos saem da capital Vitória aos finais de semana e feriados, quando houver condições climáticas favoráveis, e contam com a presença de pesquisadores do Projeto Baleia Jubarte. A expectativa é de que cerca de 25 mil baleias passem pelo litoral capixaba até a segunda quinzena de outubro.

O ministro do turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destacou a organização dos serviços náuticos especializados em turismo de avistamento de baleias no Espírito Santo e a importância de a atividade turística ser realizada de forma sustentável. “A contemplação de baleias, além de ser uma experiência riquíssima e um diferencial da oferta turística de Vitória, é capaz de gerar emprego e renda para todos os envolvidos nesse tipo de serviço, fortalecendo a cadeia produtiva que tem se estruturado em torno do turismo de observação de baleias”, disse.

Duas embarcações estão regulamentadas pela Capitania dos Portos e com equipes treinadas para que os passeios aconteçam com segurança para os turistas e as baleias, sempre respeitando o ambiente marinho e a preservação da espécie. As embarcações, com capacidade para 30 e 22 passageiros, partem do Píer Cais do Pescador, na Enseada do Suá. Os passeios duram, em média, cinco horas (ida e volta), com permanência de até três horas para contemplação das baleias.

Famosas pelos seus saltos, as espécies podem ser vistas de 10 a 20 milhas náuticas (entre 20 a 40 quilômetros) de distância da costa da capital capixaba. No momento do embarque, os turistas recebem orientações sobre as normas de avistagem, navegação e segurança. Além das recomendações, é entregue aos passageiros o Guia de Vida Marinha onde mostra, por meio de imagens registradas pela equipe de pesquisa Jubarte – Lab, que além dos cetáceos, baleias e golfinhos, é possível avistar tartarugas e aves marinhas como o albatroz, trinta réis e outras espécies que habitam a costa capixaba.

Durante todo o mês de junho foram realizadas capacitações dos demais profissionais da cadeia produtiva do turismo de Vitória envolvidos com as expedições. O secretário de Estado de Turismo, Dorval Uliana, destacou o protagonismo do Espírito Santo no turismo de observação de baleias. “Trata-se de um grande ativo capaz de gerar emprego e renda para diversos segmentos, fazendo com que a atividade seja bem-sucedida e realizada de forma sustentável social e ambientalmente”, afirmou.

Números – Segundo dados do Observatório do Turismo da Prefeitura de Vitória e do Instituto Ecomares, na temporada de 2018, entre os meses de junho e novembro, 893 turistas, a bordo de 38 expedições, tiveram a oportunidade de observar as baleias que visitaram o litoral capixaba. Durante o período, foram realizadas oito expedições de pesquisa e monitoramento, com média de avistamento de 10 baleias por embarque.

Edição: Cecília Melo 

 

Leia mais: http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/12796-come%C3%A7a-temporada-de-passeios-tur%C3%ADsticos-para-avistar-baleias-no-esp%C3%ADrito-santo.html


Leia Também:

Anterior:

Próxima: