Acidentes com patinetes podem causar fraturas graves -


Novidade para quem deseja se locomover, os patinetes eletrônicos vêm ganhando diversos adeptos nas ruas de Porto Alegre. Por oferecem praticidade, agilidade e baixo custo, os aparelhos viraram moda no trânsito da Capital. No entanto, estão provocando conflitos e causando transtornos para usuários, pedestres e motoristas.
O médico ortopedista e associado da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), Carlos Francisco Jungblut, explica que, antes de utilizar os aparelhos, é preciso que o condutor do patinete observe sua própria condição física e motora.
– O principal cuidado para evitar acidentes está na questão da segurança, não só de quem usa, mas também de quem está ao redor. Por isso, ao usuário, recomenda-se que ele faça uma autoavaliação de suas condições: como estão meus reflexos? Consigo reagir rapidamente? Tenho o equilíbrio necessário para utilizar o patinete? Por não haver nenhuma regulamentação, por hora, passa, principalmente por ele, a responsabilidade de evitar as colisões – salienta.
O ortopedista também ressalta que, embora não pareçam, os acidentes podem sim acarretar em lesões graves.
– Sem a utilização do adequado aparato de segurança, e dirigindo sem qualquer prudência, é possível ocasionar acidentes graves, tanto para os veículos, quanto para quem circula nas calçadas. Capacete, joelheira e cotoveleira são itens básicos que garantem o mínimo de proteção aos usuários – comenta.
Por fim, o médico alerta que, ao se locomover com o patinete eletrônico, mesmo com todas as recomendações, é necessário ter cautela e priorizar as ciclovias pois, ao andar pelas calçadas, em ambientes movimentados, a chance de que choques ocorram é maior.


Leia Também:

Anterior:

Próxima: