Depilação a laser é definitiva? Entenda mais sobre a técnica -


Muitos se perguntam sobre quanto tempo dura a depilação a laser. A resposta é que depende da técnica utilizada. Grande parte dos métodos garante que a pessoa fique um bom tempo sem os pelos, mas não para sempre. Por causa dessa diferença, é aconselhável que quem deseja passar pelo procedimento, se informe antes para fazer a melhor escolha.

Geralmente, as clínicas vendem a fotodepilação como se fosse depilação definitiva, quando na verdade não é. Essa técnica utiliza a luz pulsada cujo feixe sai mais disperso. Desse modo, a luz atinge os pelos de forma mais superficial, enfraquecendo-os em vez de eliminá-los.


Já o método de laser de diodo é mais intenso e concentrado, permitindo atingir o fio desde a raiz. Nesse caso, as mulheres conseguem se livrar definitivamente dos incômodos pelos.

Tipos de técnicas a laser

Desconsiderando a fotodepilação, quando se fala em depilação a laser existem três técnicas principais. No laser soprano XL, as ondas possuem 810 nanômetros e o feixe é disparado precisa ser disparado várias vezes em uma área maior. Todos os tipos de pele podem realizar esse procedimento. As desvantagens dele ficam por conta do número de sessões até alcançar um resultado satisfatório e o fato de ele ser um pouco dolorido.

Na depilação a laser alexandrite, as ondas têm 755 nanômetros e conseguem chegar até a camada média da derme. Nesse caso, o feixe tem como objetivo atrair a melanina, por isso, ele é limitado para pessoas de pele clara. Além disso, se a pessoa estiver com a pele bronzeada é aconselhável fazer o procedimento depois, pois há risco de queimaduras. Após um ano da depilação, pode ser necessário realizar a técnica de novo.

O laser de diodo é o método mais avançado que existe atualmente. Ele é capaz de penetrar mais profundamente no pelo, de maneira pura, intensa e concentrada. Essa técnica pode ser usada por pessoas de todas as tonalidades de pele, sem o risco de queimadura. O laser de diodo é o único que garante resultado 100% definitivo.


Leia Também:

Anterior:

Próxima: