Positivo Tecnologia firma parceria com MindCET, maior especialista mundial em aceleração de projetos de tecnologia educacional -


Com o acordo, assinado nesta terça-feira, metodologia do centro de inovação e desenvolvimento tecnológico em educação israelense será adaptada e implementada no Brasil pela Positivo, que montará uma aceleradora de EdTechs na Amazônia

A Positivo Tecnologia acaba de firmar parceria de colaboração em tecnologia educacional com o MindCET, centro de inovação e desenvolvimento em Edtech e maior especialista mundial em aceleração de projetos e startups do segmento. O acordo foi assinado nesta terça-feira, 2 de abril, em Jerusalém, em evento que reuniu empresários brasileiros e israelenses, além do presidente Jair Bolsonaro e do premiê de Israel Benjamim Netanyahu.
Como um dos primeiros desdobramentos da parceria, a Positivo Tecnologia montará uma aceleradora de startups de educação na cidade de Manaus, cidade em que possui fábricas. O acordo permitirá à Positivo Tecnologia, por meio da aceleradora na Amazônia, replicar o modelo de desenvolvimento de startups de educação usado em Israel.
Também vai introduzir e adaptar as melhores práticas da MindCET ao compartilhar recursos e conhecimentos para alavancar projetos de tecnologia educacional, além de acessar uma rede global de parceiros e conexões. “A parceria nos permitirá usar a metodologia e o espírito inovador da israelense MindCET para acelerar EdTechs brasileiras na Amazônia”, diz Hélio Rotenberg, CEO da Positivo Tecnologia.
No início de abril, serão realizadas as primeiras rodas de aceleração de ideias e, em setembro, começará o processo de busca e seleção das startups. “Com a parceria, aproximamos o ecossistema de tecnologia educacional brasileiro com ecossistemas globais. Além disso, integramos nossas iniciativas aos dos demais associados à MindCET, que são startups ou aceleradoras de EdTech de países como Inglaterra, França, Espanha, Estados Unidos, China, Japão e Índia”, afirma José Goutier Rodrigues, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento e Relações Institucionais da Positivo Tecnologia.
Além de replicar no Brasil a metodologia de gestão de ideias, aceleração e desenvolvimento de tecnologia educacional já testada em Israel, caberá à Positivo Tecnologia adaptar todas essas atividades à realidade brasileira com base no conhecimento e experiências nesta área de atuação. Como contrapartida, as tecnologias já desenvolvidas no Brasil serão levadas para Israel, assim como a outros países por meio dos demais parceiros interessados.
A MindCET, fundada pelo Centro de Tecnologia Educacional (CET), organização líder no planejamento e desenvolvimento de produtos tecnológicos para o sistema educacional em Israel, possui dois centros de aceleração de projetos e startups, sendo um em Tel Aviv e outro no deserto de Negev, um local isolado e carente. A Positivo usará os conceitos aplicados no modelo de Negev para replicar a iniciativa na Amazônia.
“A atuação em áreas mais afastadas dos grandes centros do país é muito propícia ao desenvolvimento de novas ideias, iniciativas e pesquisas. Isso já é feito em Israel há sete anos e a Positivo levará para Manaus”, diz Rebeca Barbalat, diretora de Marketing e Produtos da Positivo Tecnologia Educacional.

A nova aceleradora será totalmente focada em tecnologia educacional e começará a operar no segundo semestre. “Inovar na Educação deve ser uma preocupação mundial. Apostamos em um ecossistema global de EdTechs baseado na cooperação. Esta parceria com o Positivo nos permite criar uma aceleradora gêmea à nossa experiência do deserto no meio da Floresta Amazônica. Estamos confiantes de que a nossa sinergia facilitará a aceleração de projetos e beneficiará o sistema educacional de ambos os países e ao redor do mundo”, disse Avi Warshavsky, CEO da MindCET.



Leia Também:

Anterior:

Próxima: