Governo anuncia medidas para o desenvolvimento até segunda-feira -


Governo anuncia medidas para o desenvolvimento até segunda-feira
O governador disse, no Tá na Mesa, que o projeto RS Parcerias (concessões) será oficializado na segunda e o secretário de Desenvolvimento definido nos próximos dias

Ao anunciar que, até amanhã, terá uma resposta quanto ao escolhido para o cargo de Secretário de Desenvolvimento e Turismo, o governador Eduardo Leite, afirmou, no Tá na Mesa, da Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul), dessa quarta-feira (20), que está agindo em diferentes frentes para garantir o desenvolvimento do Estado. Segundo ele, uma delas será anunciada na próxima segunda-feira com o lançamento do RS Parcerias, que abrirá edital para concessão de rodovias à iniciativa privada (Diário Oficial do Estado).


De acordo com ele, a expectativa é que o processo seja rápido e que o contrato seja assinado até o segundo semestre. “A infraestrutura é uma parte estratégica para o desenvolvimento do Estado. É por esse motivo que também já estamos realizando estudos para parcerias público-privadas em outras áreas”, explicou. Entre as possibilidades analisadas, setores como cultura, educação e segurança estão entre as prioridades.

Outra frente que está em discussão é o futuro da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), que poderá ser extinta ou convertida em uma empresa de gestão de ativos. “Isso é apenas uma possibilidade para aproveitar a estrutura da empresa, reestruturar, mudar suas funções”, comentou. Apesar de ainda categórico, afirmou que essa definição será feita somente mais para frente, quando a EGR não estiver mais operando nas rodovias. “Prevemos, em média, pelo menos mais dois anos”, observou Leite.

Ao contrário, o que já está avançando, segundo ele, são as negociações para a adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal, que estará em pauta na próxima semana, com a visita da comitiva nacional ao Rio Grande do Sul. “Estamos progredindo mas, para isso, precisamos olhar para as reformas estruturantes junto à Assembleia Legislativa e garantir que sejam aprovadas”, comentou, reforçando que a Reforma da Previdência não é uma questão de governo, mas de necessidade social.

Sobre o assunto, o presidente da Assembleia, Luís Augusto Lara, e o líder do governo, deputado Frederico Antunes, que participavam do evento, foram provocados pela presidente Simone e afirmaram que vão conseguir aprovar as reformas estruturantes porque a Assembleia vive um momento histórico. Simone Leite reafirmou então a importância da classe empresarial estar presente nas votações lembrando que “nossa maior contribuição vem do interior onde as bases estão preparadas para pressionar seus deputados”, concluiu.

O governador aproveitou também estar na Federasul para informar à presidente Simone Leite que a Secretaria da Fazenda prorrogou para junho o pagamento da diferença de ICMS-ST para micro e pequenas empresas (faturamento até R$ 3,6 milhões). O pedido de prorrogação foi feito pela Federasul em fevereiro último.

Eduardo Leite, então, agradeceu, mais uma vez, a parceria e o protagonismo da Federasul, em estar à frente de movimentos pelo desenvolvimento do Estado. De acordo com a presidente Simone Leite, a entidade fica à disposição do diálogo e do debate para garantir um futuro grandioso para o Estado. “Estamos vigilantes e queremos participar com a construção desse cenário positivo. O entusiasmo do governo é contagiante”, reafirmou.

Fonte: Imprensa Federasul
Autor: Coordenação froes, berlato associadas
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte
Autor da foto: Rosi Boni-min


Leia Também:

Anterior:

Próxima: