Médicos debatem inovações tecnológicas e fortalecimento da classe no país em encontro no RS -


O encontro foi realizado no Auditório da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), ao longo da manhã e tarde de sexta-feira (15/03). Participaram médicos de diversas entidades federadas, presidentes e representantes de sociedades de especialidades. Um dos destaques da programação foi a apresentação da representante do Ministério da Saúde, a secretária da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro. Durante sua fala, mostrou o papel relevante para todas as categorias que compõem o setor de saúde em um esforço para mostrar que as atribuições da secretaria vão muito além do Programa Mais Médicos, através do qual a pasta ficou conhecida.
– Queremos que todos entendam o papel da Secretaria. Regulamos as ações dos cursos de ensino à distância e, hoje, com a questão da telemedicina é importante a posição da SGTES dizendo que, sim, queremos saúde digital no país, mas entendemos que isto precisa passar por uma normatização atendendo a interesses reais do Brasil e não de grandes corporações econômicas que estão à frente de boa parte das discussões da telemedicina. Contratamos diversas universidades públicas brasileiras para elaboração de cursos que vão formar profissionais técnicos de nível superior. Porém, até então, as regras não obedeciam a uma orientação de quais temas seriam relevantes. O que percebemos foi uma ideologização desses cursos e até mesmo cursos sem consistência científica e não baseadas em evidências afirmou.
O presidente da AMB, Lincoln Lopes Ferreira, enalteceu a presença da representante do Governo Federal.
– Aprovamos por unanimidade uma moção de apoio à Mayra Pinheiro, à frente da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Ficamos envaidecidos com a presença aqui dela e acreditamos que o país só tem a ganhar com as propostas que estão sendo formuladas disse.
O presidente da AMRIGS, Alfredo Floro Cantalice Neto, destacou a importância do encontro.
– São temas muito preocupantes e que precisamos debatê-los de forma conjunta. A AMRIGS fica honrosa de sediar um encontro de tamanha relevância para classe médica. Fiquei extremamente feliz em ver a grande presença de sociedades de especialidades. Tivemos um número expressivo de colegas e participação ativa nos trabalhos afirmou.
Diretrizes Médicas Baseadas em Evidências Científicas foi o tema trazido por Wanderley Bernardo da AMB. Em sua abordagem, o médico falou do uso de inteligência artificial na medicina, ainda no ano de 1970 e fez um resgate da evolução científica e tecnológica.
– Temos a ciência a nosso favor. As diretrizes baseadas em evidências diferem de revisão sistemática, consenso ou opinião e considera força de evidência, experiência e valores. Vivemos em um país continental e que possui características muito diversas. Há uma explosão de tecnologia ao nosso redor. Temos que falar ao paciente, qual o grau de confiança, por exemplo, em um determinado procedimento afirmou.
Especialidades
A abertura do encontro contou com uma exibição das atrações turísticas da cidade de Porto Alegre feita pela representante do Porto Alegre Conventio & Visitor Bureau, Ana Barreto. Na sequência, Daniela Batista trouxe um resumo da rede Laghetto Hoteis.
Durante a manhã, as sociedades de especialidades médicas apresentaram demandas e estratégias de fortalecimento de cada um. A telemedicina, a defesa profissional e o cenário econômico foram alguns dos temas centrais. Também foi destacada a preocupação com a invasão de serviços que deveriam ser feitos exclusivamente por médicos e que são executados, hoje, por profissionais de diversas áreas. A mesa foi composta pelo presidente da AMB, Lincoln Lopes Ferreira; pelo secretário-geral da AMB, Antônio Salomão; pelo presidente da AMRIGS, Alfredo Floro Cantalice Neto e pelo presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul, Eduardo Trindade.
Entre as categorias representadas estiveram: Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção-RS, Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular-RS, Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica, Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), Sociedade Brasileira de Mastologia-RS, Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia RS, Colégio Brasileiro de Cirurgiões-RS, Sociedade Médica de Acupuntura do Rio Grande do Sul, Sociedade Riograndense de Infectologia, Sociedade Gaúcha de Medicina do Trabalho e Sociedade Gaúcha de Homeopatia.


Leia Também:

Anterior:

Próxima: