Os anjos da guarda de nossas vovós e vovôs -


Eles estão sempre presentes e, com atenção e respeito, tornam-se parte do
dia-a-dia de todos os moradores da centenária Instituição que acolhe idosos
sem vínculos familiares. O Cuidador de Idosos é o profissional capacitado a
zelar pelo bem estar físico e psicológico de pessoas com idade avançada.
Ele atua principalmente em residências particulares, hospitais e casas de
repouso. No Asilo Padre Cacique, eles assumem um papel importante.

— A atuação é extremamente essencial para o funcionamento da casa. São eles
que estão presentes ao lado dos idosos no momento do banho, dos
autocuidados, na preservação do quarto e em muitos outros atos rotineiros —
explica a assistente social do Asilo, Rogéria Pazini, que faz um trabalho
de suporte aos profissionais.

O principal desafio é compreender o estilo de cada um dos idosos. Como
processo de avanço na idade, os esquecimentos e falhas na memória passam a
acontecer com mais frequência. As demências também são comuns . Por isso, o
profissional precisa ser bem qualificado e instruído, para saber ser
próximo e afetuoso, mas manter a linha do respeito e entender de que forma
se dá este momento em cada morador.


O Asilo Padre Cacique conta com 10 profissionais que alternam-se em turnos
noturnos e diários para manter a convivência e o serviços da Instituição
nas melhores condições possíveis.

O envelhecimento da população aliado à redução do tamanho das famílias
brasileiras pode explicar o aumento no número de cuidadores de idosos na
última década. A quantidade desse tipo de ocupação saltou de 5.263 em 2007
para 34.051 em 2017 representando um crescimento de 547% durante o período,
segundo dados do IBGE.


Leia Também:

Anterior:

Próxima: