Saiba como ser um doador de fundos patrimoniais -


Iniciativa pioneira no Rio Grande do Sul arrecada recursos com doações de pessoas físicas ou jurídicas

Projeto inovador de um grupo de estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o Fundo Centenário, um fundo patrimonial para a Escola de Engenharia que busca arrecadar recursos que serão investidos em educação, conservação de patrimônio histórico e novas tecnologias, possui diversas formas para facilitar quem deseja contribuir, seja pessoa física ou jurídica.

O método chamado internacionalmente de “endowment” possui um completo e prático mecanismo para receber doações diretas. Para direcionar seu recurso ao Fundo Centenário, existem quatro modalidades: Apoiador, Mantenedor, Patrono ou Benemérito, cada um com um determinado valor e em todos os tipos de contribuintes existem menções correspondentes. Os apoios não tem período de validade, então uma vez contribuído, o nome sempre estará na história do Fundo Centenário. Por ser uma Organização da Sociedade Civil (OSC), a iniciativa permite que parte do apoio seja debitada do IR dos doadores, transformando despesas em investimento. Este benefício, para quando se doa para uma OSC, é válido somente para “Pessoas Jurídicas tributadas pelo regime do Lucro Real”.


O projeto, que será lançado em março de 2019, já recebe doações e para quem exercer a benfeitoria agora, será registrado como Doador Fundador.

A prática vem sendo aplicada em diversos lugares do mundo e é responsável por grande parte do financiamento de universidades grandes dos Estados Unidos, como Harvard e Yale. Aqui no Rio Grande do Sul, a ideia é inédita.

Como funciona o processo:

O dinheiro recebido é aplicado, com os rendimentos da investida, é feito um reinvestimento no fundo e a outra parte é destinada a projetos que qualificam a Escola de Engenharia da UFRGS. Esse processo se repete, e assim, o Fundo Centenário consegue desenvolver suas atividades e engrandecer os estudos no Rio Grande do Sul. Para saber mais informações, pode ser consultado o site fundocentenario.com.br.

Redação: Vítor Figueiró
Coordenação: Marcelo Matusiak


Leia Também:

Anterior:

Próxima: