NOVA USINA EM MACAÉ RECEBERÁ US$ 700 MILHÕES EM INVESTIMENTOS E DEVE GERAR 1.500 EMPREGOS -


12. fev, 2019

André Araujo, presidente da Shell no BrasilNovos tempos mais promissores estão se desenhando para a cidade de Macaé (RJ), que tanto sofreu com a crise da indústria do petróleo. A cidade receberá um importante investimento com a construção da termelétrica a gás Marlim Azul. O empreendimento é fruto de uma parceria da Pátria Investimentos, Mitsubishi Hitachi Power Systems (MHPS) e a Shell. A previsão é de que a unidade comece a produzir em 2022 e os recursos aplicados em sua construção serão de US$ 700 milhões. No pico da construção da planta, o número de empregos diretos criados poderá chegar a 1.500.

A Shell será a fornecedora de gás para a planta e a Mitsubishi fornecerá a turbina com tecnologia M501JAC. “Esse é um passo estratégico fundamental para a Shell no Brasil na diversificação de seu portfólio e na transição energética no país. Buscávamos uma maneira eficiente de monetizar o gás natural que será produzido nos campos do pré-sal, onde nossa presença tem aumentado significativamente”, comentou o presidente da Shell Brasil, André Araújo (foto).


O executivo disse ainda que o empreendimento permitirá uma sinergia entre os negócios de águas profundas, gás e energia elétrica. A usina Marlim Azul terá capacidade de 565MW, com 50,1% do Pátria Investimentos, 29,9% do Grupo Shell e 20% da MHPS. O projeto foi o primeiro projeto vencedor dos leilões de energia com gás do pré-sal brasileiro.

Leia mais: https://petronoticias.com.br/archives/125001


Leia Também:

Anterior:

Próxima: