ESTÁ PENSANDO EM ADITIVOS FITOGÊNICOS PARA RAÇÃO BALANCEADA? -


Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

Você sabe quais são os produtos de confiança? O leite e a carne, por exemplo, são produtos de confiança, já que você acredita que não estão avariados por contaminantes ou germes. Assim como você confia na indústria de alimentos, o agricultor tem que confiar que o fabricante de rações balanceadas oferece alta qualidade.

Da mesma maneira os aditivos fitogênicos, geralmente compostos por vários extratos de diversas plantas. É preciso garantir alta qualidade padronizada de todos esses ingredientes para ter um aditivo de boa qualidade final


Os aditivos fitogênicos para rações balanceadas da DELACON oferecem essa alta qualidade através de processos de pesquisa e padronização, substituindo a confiança pelo conhecimento

O que são os aditivos fitogênicos para rações balanceadas?

Se alguma vez você já se perguntou como é definido o termo “Aditivos fitogênicos para rações (PFAs – sigla em inglês)”, a definição é a seguinte: os PFAs são aditivos para rações balanceadas a base de plantas ou botânicos. Há mais de 30 anos, a DELACON cunhou o termo fitogênico, já que reconhecia o amplo espectro de possíveis aplicações na nutrição animal

Quais os benefícios dos PFAs e o que levar em consideração?

Utilizados na nutrição animal por décadas, os fitogênicos também se mostraram ser efetivos para os produtores que buscam aumentar o rendimento animal na ausência de promotores de crescimento antibióticos (AGP), ou quando muda-se para programas totalmente livres de antibióticos. A cuidadosa seleção de diferentes ingredientes natuais baseados em plantas impacta no rendimento, otimiza as funções intestinais, proporciona efeitos antioxidantes e antiinflamatórios, inclusive promovendo a integridade intestinal. Tanto é que os estudos da DELACON demonstram que os produtos fitogênicos geram um retorno de investimento mínimo de 3:1.

nutrición animal

Os fitogênicos apresentam uma taxa de aceitação de 80% entre a geração “millenial”, apaixonada por gastronomia. Podem ser considerados peça chave na resolução de desafios presentes e futuros, inclusive os levantados pelas demandas do mercado consumidor, como a produção de ovos com galinhas livres de gaiolas.

Quais produtos são considerados PFAs de alta qualidade?

Para ajudar a determinar quais produtos são PFAs de alta qualidade há vários fatores a serem considerados:

Confira a procedência do ingrediente

No mercado há produtos feitos com ingredientes naturais, vegetais ou sintéticos, idênticos à natureza. Apesar de as substâncias parecerem o mesmo, são bastante diferentes. Enquanto os extratos naturais de origem vegetal contém várias substâncias ativas, os ingredientes sintéticos, indênticos aos naturais contém apenas uma substância principal.

O uso de fitogênicos puramente naturais repercute efeitos sinérgicos mais significativos entre as diferentes substâncias ativas e todos os agentes de uma planta. Isso se traduz em um modo de agir mais amplo do PFA, proporcionando benefícios mais efetivos para o animal

Outro ponto muito importante é a padronização e alta qualidade dos ingredientes naturais derivados de plantas. Sem padronização e qualidade não se pode esperar alto rendimento que seja constante.

Os principais compostos ativos nos fitogênicos podem ter variações em suas concentrações, dependendo de:

  • Sua fonte botânica e local de origem devido às condições de crescimento;
  • Espécie da planta;
  • Métodos de isolamento.
  • No entanto, há vários procedimentos de gestão de qualidade que podem ser implementados para garantir a integridade do produto.

A qualidade e a padronização são as chaves para alcançar o rendimento esperado do produto. Por isso é importante seguir procedimentos específicos: trabalhar com fornecedores certificados garante que o uso de matérias primas é realizado de acordo com as especificações de compra.

Depois da entrega, as matérias primas devem ser analisadas para garantir a conformidade com as especificações. Existem certos aspectos que completam os processos de qualidade e padronização como:

  • Implementação de auditorias;
  • Tecnologia de produção padronizada;
  • Análise do produto final;
  • Testes de vida útil para o produto final.

É primordial controlar cada aspecto do processo de produção, desde trabalhar com fornecedores e testar matérias primas, até fabricar, analisar e embalar os aditivos fitogênicos finais enviados a clientes de todo o mundo.

Ingredientes de qualidade maior não significam nada se os princípios ativos não sobrevivem onde mais são necessários: no trato grastrointestinal do animal. Para garantir a eficiência do impacto dos fitogênicos devemos buscar os que são microencapsulados, o que evita a evaporação das substância ativas voláteis.

Revise a Pesquisa

É preciso diligência ao avaliar qualquer produto para sua exploração pecuária. Busque os PFAs respaldados por uma extensa pesquisa, especialmente relacionada ao seu uso. Aqui deve haver a participação de um empresa de pesquisa independente e validação de terceiros. Como base também existe a pesquisa da própria empresa, fruto de um processo sólido de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Os laboratórios modernos garantem testes controlados para desenvolver conhecimento profundo de como funcionam os compostos fitogênicos e os PFAs. Através dessa pesquisa, os produtos DELACON documentaram e revisaram completamente os modos de ação.

A equipe multinacional de P&D é formada por especialistas de diferentes disciplinas acadêmicas, inclusive ciências animais, imunologia, microbiologia ou biologia celular molecular. A combinação desses campos individuais de experiência resulta em um centro de conhecimento de alto rendimento, conforme se pode notar pelos efeitos sinérgicos de vários componentes ativos nos PFAs da DELACON.

O foco da pesquisa está em identificar e avaliar os compostos botânicos e suas combinações. Em seguida, testar esses compostos em laboratório a partir de ensaios in vitro

A DELACON examina produtos não apenas in vitro, como também em ensaios in vivo, o que levou à abertura, em 2011, de um dos espaços mais avançados de testes da Companhia nessa área: o PNRC para pesquisa aplicada e experimentos in vivo sob condições estritamente controladas e monitoradas.

O centro de pesquisa tem capacidade para fazer ensaios com leitões, frangos de corte e galinhas poedeiras, além de testes de emissões de gases. A seção de pesquisa e emissões do PNRC está equipada com tecnologia de ponta. Tem câmaras hermeticamente vedadas, que permitem análise precisa da infuência dos PFAs sobre os gases nocivos produzidos quando os animais metabolizam o alimento. Essa pesquisa é importante já que a indústria sofre cada vez mais pressão quanto ao tema de minimizar os impactos ambientais do dióxido de carbono, metano, amoníaco ou o dióxido nitroso da produção animal.

A validação é necessária

Em cada região a DELACON trabalha com os distribuidores para realizar ensaios nas granjas e garantir que os PFAs sejam testados no mercado. Além disso, os PFAs de alta qualidade também contam com o respaldo de especialistas independentes e de pesquisas de terceiros. À medida que os produtores interessaram-se mais pelos aditivos alternativos, muitas universidades e instituições independentes de todo o mundo passaram a realizar testes com PFAs, inclusive pesquisas como a que foi feita sobre o efeito antioxidante dos fitogênicos em frangos de corte pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no Brasil.

Os efeitos dos PFAs devem ser validados a partir de ensaios comerciais em granjas, assim como por grupos independentes.

Em cada região a DELACON trabalha com os distribuidores para realizar ensaios nas granjas para garantir que os produtos de PFA sejam testados em cada mercado. Com o resgistro zootécnico da UE para dois aditivos fitogênicos a base de plantas para rações balanceadas, deu-se um grande passo para comprovar a eficácia dos PFAs da DELACON. Para completar esse complexo processo de registro, os cientistas independentes da Autoridade Europeia de Segurança dos Alimentos (EFSA) avaliam um arquivo de dados completos e validados sobre a qualidade, segurança e eficácia do aditivo para alimentos balanceados para animais

A DELACON foi a primeira e, atualmente a única, empresa a conseguir o registro zootécnico de dois aditivos fitogênicos a base de plantas para rações, o que é considerado “padrão de ouro” científico

Considerações finais para os PFAs

Embora todas essas características (ingredientes naturais e de qualidade, microencapsulação, pesquisa e validação) identifiquem um PFA de alta qualidade, também é importante considerar a experiência da empresa e a reputação na fabricação de fitogênicos. A DELACON focou particularmente em fitogênicos puros a base de plantas durante três décadas e se comprometeu a forjar o futuro dos PFAs. Essa experiência, junto com as equipes de suporte técnico e atenção ao cliente, permite à empresa tratar facilmente as perguntas do campo, focada no cliente, assim como planejar um programa de fitogênicos que ajude os produtores com seus problemas específicos e metas de produção

São considerados todos os critérios necessários para o sucesso no trabalho do produtor que escolhe os fitogênicos. E existe uma empresa dedicada a isso: DELACON, a pioneira em fitogênicos.

Leia mais: https://avicultura.info/pt-br/esta-pensando-em-aditivos-fitogenicos-para-racao-balanceada/


Leia Também:

Anterior:

Próxima: