Morte de Ricardo Boechat emociona jornalistas e famosos: ‘Maior âncora da TV’ -


A morte de Ricardo Boechat em uma queda de helicóptero nesta segunda-feira (11) causou comoção entre os famosos. O jornalista da Band e da rádio Band News tinha 66 anos. Ao dar a notícia na emissora paulista, José Luiz Datena não segurou as lágrimas. “É com profundo pesar, nesses meus quase 50 anos de jornalismo, que cabe a mim informar que o maior âncora da TV brasileira, Ricardo Boechat morreu hoje num acidente de helicóptero no Rodoanel, aqui em São Paulo. Foi a Campinas para uma palestra. O helicóptero em que ele estava não chegou ao seu destino, que era o heliponto da Band. Bateu num caminhão, ele morreu na hora”, lamentou o apresentador do “Brasil Urgente”. “Deixo aqui o abraço para todos os colegas da Band e para família do Boechat! A TV e o Brasil perdem muito hoje!”, disse Fábio Porchat. No fim do mês passado, Wagner Montes morreu aos 64 anos após dois meses internado. Dias antes, Caio Junqueira perdeu a vida após sete dias no hospital depois que sofreu acidente de carro.

Veja também


‘Perco um amigo e mestre’, afirmou Amaury Jr

Fátima Bernardes também usou suas redes para lamentar a morte do colega de profissão. “Melhor lembrar dele assim: sorrindo e fazendo o que amava”, escreveu ao compartilhar foto de Boechat na rádio. Apresentador do “Bom Dia Brasil”, Chico Pinheiro foi outro a se pronunciar. “Conheci Boechat quando ele trabalhou no ‘Bom Dia Brasil’, no fim da década de 90. Eu participava de São Paulo e ele interagia com o Renato Machado, no Rio. Cheguei a apresentar o jornal com ele no estúdio. Sempre admirei seu trabalho. Sentiremos sua falta”, disse o âncora. Amaury Jr. fez coro e também lamentou a morte do também colunista da revista “Isto É”. “Estou custando a acreditar, mas meu colega e irmão Ricardo Boechat acaba de partir, vítima de um estúpido acidente de helicóptero. O jornalismo brasileiro perde um de seus maiores valores que sempre legou grandes conteúdos para meus programas. Mais que um colega perco um amigo e mestre. Que Deus o acolha”, escreveu o apresentador. “Que Deus conforme a mãe, dona Mercedez, a esposa, a doce Veruska, os seis filhos e todos os familiares, amigos e colegas do extraordinário Ricardo Boechat…”, afirmou César Filho. “Morre o maior jornalista do Brasil em qualquer mídia. Ele me batizou de ‘Pitonisa’ e já fez até pegadinha comigo, quando mudo meus placares. Grande Boechat! Grande amigo!”, disse Milton Neves.

‘Generoso e me ensinou muito’, recordou Mariana Gross

Rafael Cortez lembrou a sucessão de tragédias no início do ano. “Ano triste pro Brasil. Política e seus escândalos e burrices. Morte do Caio Junqueira. Brumadinho. Flamengo. E agora a queda do helicóptero com o Boechat. O país não merece isso. Desolado. Boechat era um dos maiores jornalistas do país”, escreveu. “Um colega extraordinário para todos nós. Estamos consternados”, disse Sandra Annenberg visivelmente emocionada ao encerrar o “Jornal Hoje”. Antiga companheira do jornalista, Mariana Gross também lamentou a morte. “Ele sempre foi generoso. Quando comecei no rádio, sempre tinha uma dica preciosa. Quando fui para TV, mais uma vez, me ensinou muito. Perdemos um dos mais competentes jornalistas do Brasil. Se cala hoje, uma voz imprescindível e forte para cobranças e apurações no País”, afirmou. A apresentadora da GloboNews Leilane Neubarth foi outra a se pronunciar. “Arrasada com a morte do Boechat. Aprendi, ri muito com ele … e acima de tudo vou admirá-lo para sempre. Não só como jornalista, mas principalmente por ser um dos melhores seres humanos que já conheci”, escreveu.

‘Meu vice amado’, lamentou José Simão

Outros famosos também se pronunciaram. “À família, muita força e paz neste momento difícil, em especial ao amigo Rafa. Perdemos nosso companheiro das manhãs, mas não nossa memória” disse Marcelo Adnet. “Boechat sempre me pareceu um cara corajoso e verdadeiro … que descanse em paz”, completou Marcelo D2. “Perdemos o homem íntegro e parte da honestidade do jornalismo brasileiro. Duro de aceitar!”, disse Tom Cavalcante. “Sinto muito pela morte de Ricardo Boechat, um jornalista político tão importante e necessário sempre”, escreveu Daniela Mercury. “Meu amigo querido! Meu vice amado!”, completou José Simão, que fazia comentários Boechat na rádio.

(Por Guilherme Guidorizzi)

Leia mais: http://www.purepeople.com.br/noticia/jornalistas-e-famosos-lamentam-morte-de-ricardo-boechat-colega-extraordinario_a258101/1


Leia Também:

Anterior:

Próxima: