Exportações de carne de frango caem 14,7% em janeiro -


Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

No último mês de janeiro o Brasil assistiu a uma queda de 14,7% nas exportações totais de carne de frango, na comparação ao mesmo mês de 2018. Segundo a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal), no primeiro mês de 2019, o Brasil exportou 281,8 mil toneladas de carne de frango, ante 330,5 mil toneladas embarcadas no mesmo período de 2018, considerando produtos in natura e processados.

Em receitas, as exportações de carne de frango no mês alcançaram US$ 453 milhões, saldo 12,9% inferior ao resultado de janeiro do ano passado, quando o setor arrecadou US$ 520,2 milhões com as exportações da carne de frango.


Na semana passada, pesquisadores do Cepea apontavam que dados divulgados pelo MDIC (Ministério da Indústria e Comércio Exterior) mostravam que, nos primeiros 18 dias úteis de janeiro, a média diária de embarques da carne de frango in natura estava 27% abaixo da observada em dezembro/18, com cerca de apenas 215,9 mil toneladas embarcadas.

Na última semana do mês de janeiro, a Arábia Saudita vetou a importação de carne de frango cinco frigoríficos brasileiros. Em nota divulgada em seu site, o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) informa que o grupo atualmente habilitado respondeu, no ano passado, por 63% do volume das exportações brasileiras de carne de frango (437 mil toneladas) para a Arábia Saudita

Dos 67 frigoríficos brasileiros então habilitados a exportar carne de frango para a Arábia Saudita, 30 efetivamente o faziam. Com a desabilitação de 33 frigóríficos, entre os quais cinco que efetivamente exportavam, apenas 25 enviam carne de frango para o país árabe hoje.

Ao mesmo tempo, as exportações de carne suína (todos os produtos, entre in natura e processados) alcançaram 48,5 mil toneladas, volume 10,7% menor que as 54,4 mil toneladas exportadas no primeiro mês de 2018. Com este desempenho, o resultado cambial das exportações fechou o mês em US$ 91,6 milhões, decréscimo de 17,8% em relação ao saldo do mesmo período de 2018, com US$ 111,4 milhões.

“Houve retrações pontuais no fluxo de exportação, que deve ser retomado já em fevereiro”, explica Francisco Turra, presidente da ABPA, em nota divulgada pela assessoria de imprensa da entidade.

Gostou dessa matéria? Cadastre-se para receber nossa newsletter semanal!

Com informações da Assessoria de Imprensa da ABPA

Leia mais: https://avicultura.info/pt-br/exportacoes-carne-de-frango-janeiro-2019/


Leia Também:

Anterior:

Próxima: