BRF: Plano de Reestruturação vai atingir 80% das metas iniciais -


Conteúdo disponível em: Español (Espanhol)

A BRF anunciou nesta quinta-feira (7/2) que conseguirá atingir apenas 80% das metas iniciais previstas em seu Plano de Reestruturação Operacional e Financeira, alcançando uma arrecadação de aproximadamente R$4,1 bilhões, ante os R$5,0 bilhões planejados. A empresa, que pretendia fazer com que a razão entre a dívida líquida e o EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization) chegasse próximo de 3 x em dezembro de 2019, readequou essa razão para 3,65 x no 4º Trimestre de 2019.

Segundo a BRF, esse fato adiará em seis meses o prazo para alcançar as metas inicialmente divulgadas, no que se refere à desalavancagem da empresa. Porém, a empresa reitera que a trajetória de desalavancagem decrescente já está estabelecida e em execução.


BRF Plano Reestruturação Desalavancagem

A Companhia divulgou informações detalhadas sobre o resultado da implantação do Plano de Reestruturação Operacional e Financeira. Em termos de valores arrecadados com as ações de desinvestimento, a empresa divulgou que foram gerados R$563 milhões com a venda da Avex (Argentina), R$100 milhões com a venda de parte da fábrica de Várzea Grande (MT) e R$1,316 bilhão com as operações na Europa e Tailândia.

Com a venda de ativos não essenciais foram arrecadados R$ 241 milhões, enquanto a readequação de estoques gerou um capital de giro de R$970 milhões e a securitização de recebíveis (FIDC) gerou R$875 milhões. A soma de todas essas operações chega aos cerca de R$4,1 bilhões arrecadados com o Plano de Reestruturação.

Entre as ocorrências que teriam afetado o plano inicial da empresa o relatório apontada restrições de mercado – Europa, Rússia e China –, que causaram desequilíbrio na oferta/demanda e pressionaram preços. Também são citadas a greve dos caminhoneiros, ajustes operacionais e programas de reestruturação.

A empresa aponta ainda condições adversas na Argentina e na Europa, como o caso do Brexit, que teriam impactado em preços das transações inicialmente previstas. Comunicado divulgada pela empresa a investidores divulga a celebração do contrato de compra e venda, com a Tyson International Holding Co., das ações da BRF em sociedades localizadas na Europa e Tailândia.

Segundo a BRF, a transação relativa às unidades que desenvolvem atividades de processamento de alimentos e abate de aves, considerou um valor de mercado de de US$ 340 milhões. O comunicado informa ainda que o fechamento da operação está sujeito a uma série de condições concernentes a esse tipo de transação, incluindo a aprovação pelas autoridades regulatórias.

A Companhia reiterou o favorecimento de sua trajetória de desalavancagem declinante pela “forte” posição de liquidez, através do seu caixa estimado de aproximadamente R$7 bilhões em dezembro de 2018 (número preliminar e não auditado).

Leia mais: https://avicultura.info/pt-br/brf-plano-de-reestruturacao-vai-atingir-80-das-metas-iniciais/


Leia Também:

Anterior:

Próxima: