Bolsonaro já recebe líquido por via oral e segue sem previsão de alta -


O Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, divulgou no fim da tarde desta terça-feira (5) um novo boletim médico sobre a saúde de Jair Bolsonaro.

Segundo o documento, o presidente da República apresentou melhora nas últimas 24 horas e começou a receber líquido por via oral.

+ Novo promotor do caso Coaf já defendeu Flávio Bolsonaro no Twitter


+ Como é e o que muda? Veja principais pontos do pacote anticrime de Moro

Ainda de acordo com o boletim, Bolsonaro continua “evoluindo sem dor, afebril e com redução da coleção líquida no abdômen. Apresentou aumento da movimentação intestinal, o que possibilitou o início de injeção de líquido por via oral. Os exames laboratoriais apresentam melhora. O paciente segue com antibióticos e dreno no abdome.”

Logo após a divulgação do documento, o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, disse que “a equipe clínica e cirúrgica ainda não definiu a data da alta”.

Notícias ao Minuto

Acerca da ingestão de líquidos, Rêgo explicou o seguinte: “São copos pequenos de líquido. Tomou um ontem e dois hoje. Ele ingere o líquido e os médicos observam como ele vai se comportar”.

Bolsonaro também segue fazendo fisioterapia, conforme o mesmo compartilhou na tarde desta terça-feira (5), em sua conta no Twitter, um vídeo que mostra ele fazendo exercícios com as penas.

“Ele está querendo vencer rapidamente este processo, mas está compreendendo a importância que os passos sejam dados de forma bastante parcimoniosa”, acrescentou o porta-voz do Planalto.

Bolsonaro foi operado no dia 28 de janeiro para a retirada de uma bolsa de colostomia e a ligação entre o intestino delgado e parte do intestino grosso.


Leia Também:

Anterior:

Próxima: