Anvisa proíbe fabricação, importação e comercialização de termômetros e aparelhos de pressão com coluna de mercúrio -


Desde o dia 1º de janeiro deste ano está proibida em todo o território nacional a fabricação, importação e a comercialização de termômetros e aparelhos de pressão com coluna de mercúrio, bem como seu uso em serviços de saúde. A decisão é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que definiu as novas normas por meio da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 145, publicada em 21 de março de 2017.

Com relação ao comércio de termômetros e aparelhos de pressão com coluna de mercúrio a Anvisa orienta que os estabelecimentos realizem a logística reversa, ou seja, que procedam com a devolução ou troca junto às empresas ou distribuidoras, ou então encaminhem os produtos para as empresas especializadas no descarte deste tipo de resíduo químico (Grupo B). Já nos serviços de saúde, o uso desses equipamentos está proibido, devendo serem recolhidos por empresas especializadas no tipo de descarte.

A Anvisa, entretanto, chama a atenção e esclarece que o uso doméstico dos equipamentos não precisa ser suspenso pela população. O órgão orienta os usuários que em casos de acidentes, algumas precauções devem ser tomadas. Que não seja permitido que as crianças brinquem com as bolinhas de mercúrio, e que sejam usadas luva e máscara para o recolhimento de restos de vidro em toalha de papel, e que sejam colocados em recipiente resistente à ruptura, para evitar ferimento.


Outras orientações é que as gotas de mercúrio sejam recolhidas com uma seringa sem agulha (as gotas menores podem ser recolhidas com fita adesiva); e que o mercúrio recolhido seja transferido para o recipiente de plástico resistente, e que ele seja fechado hermeticamente e nele colado um rótulo indicando o que há no recipiente como “Resíduos tóxicos contendo mercúrio”. 

E ainda, que os recipientes que acondicionem mercúrio líquido ou seus resíduos contaminados devem estar armazenados com certa quantidade de água (selo hídrico) que cubra esses resíduos para minimizar a formação de vapores de mercúrio. E que também coloque o recipiente em uma sacola fechada para proceder com o descarte adequado. 

Fonte: Prefeitura de Colatina


Leia Também:

Anterior:

Próxima: