Raquel Castedo promove o design brasileiro em universidade americana -


Raquel Castedo promove o design brasileiro em universidade americana
A palestra versou sobre o design gráfico brasileiro contemporâneo, tendo como ponto de partida 1963, ano da criação da primeira faculdade de design no Brasil

A designer gaúcha Raquel Castedo, palestrou para a Society for History and Graphics – SHAG, no MICA (Maryland Institute College of Art), em Baltimore (EUA), instituição onde ela realizou parte de sua pesquisa de doutorado em Comunicação e Informação. A palestra versou sobre o design gráfico brasileiro contemporâneo, tendo como ponto de partida 1963, ano da criação da primeira faculdade de design no Brasil. O recorte da palestra, que foi realizada em dezembro, abrange o período da ditadura militar, passando pelo processo de redemocratização do final da década de 1980, chegando aos dias de hoje. “A história do design gráfico no Brasil é rica, variada e diversificada.


Embora o design gráfico no Brasil tenha suas raízes em 1808, com a chegada da família real portuguesa, uma identidade visual propriamente brasileira seria desenvolvida mais tarde, ao longo do século XX”, comenta Raquel. 

2018, ano de premiações

Durante 2018, a designer comemorou dois reconhecimentos recebidos pelo livro “Bolso de Mochila”: primeiro lugar do Prêmio Nacional Bornancini 2018 e a Medalha de Prata do Prêmio Colunistas de Design Rio Grande do Sul 2018. O ano de 2019 também iniciou promissor para a designer, com a indicação do livro “Patricio Farías” (Editora Iluminuras) como finalista da categoria Editorial do LAD – Latin American Design Awards 2018, cujo resultado será conhecido em março. 

“Bolso de Mochila” é um livro infantil de poemas ilustrados, de autoria de Ilda Castedo, cuja temática são as brincadeiras infantis da metade do século 20 e animais da fauna brasileira. Extremamente visual, a publicação busca criar um cenário para os poemas, recriando o contato com a natureza e as brincadeiras por meio das ilustrações em papel colorido desenvolvidas por Raquel, e que exploraram dobraduras, camadas e transparências. 

“Patricio Farías” é uma edição trilíngue, organizada por Adolfo Montejo Navas (Editora Iluminuras). Reúne obras do artista plástico que dá nome ao livro, produzidas nos últimos 50 anos, incluindo esculturas, objetos, instalações e maquetes. A multiplicidade, a elegância, a ironia, a crítica social e o humor presentes na obra do artista marcaram o design do livro. Ilustrada com mais de 230 imagens, a proposta gráfica traz tipografia leve, grid estruturado que varia por seção/tipo de conteúdo e o equilíbrio cuidadoso entre as manchas de texto e sequência de obras. 

Raquel Castedo é designer gráfica, educadora e pesquisadora de Porto Alegre, Brasil. Possui mestrado (2007-2009) e doutorado (2012-2016) em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Em 2015, fez parte de sua pesquisa de doutorado na Maryland Institute College of Art (Baltimore, EUA). 

Fonte: Prática
Autor: Aniele Bernst
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte


Leia Também:

Anterior:

Próxima: