CHINA INCENTIVA A TROCA DO CARVÃO POR GNL E BATE RECORDE DE IMPORTAÇÃO DO PRODUTO -


24. jan, 2019

gnl-601x379A economia da China tirou o pé do acelerador, mas a velocidade ainda é grande, em relação ao resto do mundo. As importações chinesas de gás natural liquefeito (GNL) em dezembro tiveram nova alta e subiram 25 % em relação ao mesmo período do ano anterior, para um recorde mensal de 6,29 milhões de toneladas. O recorde anterior, de 5,99 milhões de toneladas, havia sido estabelecido em novembro. Em  2018, as importações cresceram 41 % em relação a 2017, para um recorde de 53,78 milhões de toneladas, de acordo com dados da Administração Geral das Alfândegas. Isso fez com que a China mantivesse sua posição de segunda maior comprador mundial do produto depois do Japão, após ultrapassar a Coreia do Sul em 2017.

A alta em 2018 ocorre depois que a escassez de gás no inverno passado levou as empresas chinesas a comprarem suprimentos antes do inverno no Hemisfério Norte.  Pequim continua a pressionar milhões de domicílios a mudar o aquecimento para o gás, em substituição ao carvão. Analistas do mercado estão prevendo um crescimento mais lento este ano, de 15 a 20 % com o governo adotando uma posição mais moderada em seu esforço de mudar do uso de carvão para gás.


Leia mais: https://petronoticias.com.br/archives/123996


Leia Também:

Anterior:

Próxima: