Mogherini: EAU são fortes aliados da União Europeia


BRUXELAS–()–A Dra. Amal Al Qubaisi, oradora do Parlamento dos Emirados Árabes Unidos (EAU), liderou uma delegação de alto escalão ao Parlamento Europeu em Bruxelas, encontrou-se com Federica Mogherini, alta representante da União Europeia para Assuntos Estrangeiros, e debateu relacionamentos entre os EAU e a União Europeia (UE). A Dra. Al Qubaisi destacou a questão das três ilhas dos EAU ocupadas pelo Irã e convocou a resolução do problema por meio de negociações diretas ou arbitragem internacional.

Ela apresentou uma visão geral do papel dos EAU em esforços internacionais de combate ao terrorismo com o estabelecimento do Sawab Center e recebimento do Hedayah Center, e observou que 2019 é o Ano da Tolerância nos EAU. Ela elogiou a decisão do presidente dos EAU de elevar para 50% a representação de mulheres no parlamento.

Mogherini enfatizou a importância e a profundidade da cooperação e da parceria, e observou que a UE deseja fortalecer a cooperação com os EAU, que são valiosos aliados na luta contra o terrorismo e na conquista da segurança e da estabilidade. Ela considerou positivamente a abordagem adotada pelos EAU e sua mentalidade progressista em matéria de empoderamento das mulheres, igualdade de gênero, tolerância e coexistência.


Mogherini expressou o apreço da UE pelos esforços dos EAU para a estabilidade no Iêmen, observando que os EAU são fundamentais para assegurar um acordo político condizente com seus interesses de encontrar uma solução pacífica: “Nós apreciamos o papel dos EAU nessa matéria e também a ajuda oferecida a refugiados de diferente países”. Ela reiterou a importância da estabilidade para o retorno de refugiados.

Mogherini reforçou seu reconhecimento do papel da Líbia para garantir a estabilidade regional, bem como seus esforços para alcançar a paz entre as diferentes partes.

Mogherini observou que há uma cooperação significativa entre a UE e os países do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG). Com relação à segurança, o acordo nuclear com o Irã é o melhor meio disponível para assegurar seu desarmamento. Ela acrescentou que a UE gostaria de ver o Irã mudar sua política externa e adotar uma política de não interferência nos assuntos internos de seus vizinhos.

A Dra. Al Qubaisi acrescentou: “A postura de não interferência dos EAU nos assuntos internos de outros países é diametralmente oposta ao apoio iraniano às milícias Houthis no Iêmen com armas e mísseis. Nós condenamos o movimento dos Houthis para impedir a ajuda humanitária de chegar aos iemenitas necessitados. Os EAU contribuíram com US$ 4,9 bilhões em ajuda humanitária ao Iêmen de abril de 2015 a dezembro de 2018”.

*Fonte: AETOSWire

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Leia mais: http://www.businesswire.com/news/home/20190108006099/pt/?feedref=JjAwJuNHiystnCoBq_hl-YDhAh-zilf1GVU1DOs1U3MvbV9k3XI06ZT_Enj6G3mVOKZXz2bZRmEQ1BwkpoG4oul5C1rkGQ_h4BkZ40LwsoN4gnxBSGiVu_qLafVdV0Iir9Z7ocWtaPN0o-yfYXD_fQ==


Leia Também:

Anterior:

Próxima: