COM FOCO EM ANGRA 3, NOVO PLANO DE NEGÓCIOS DA ELETROBRÁS AUMENTA INVESTIMENTOS EM 53% -


27. dez, 2018

ELETROBRASOs avanços conquistados ao longo de 2018 no setor nuclear, em especial a definição de uma nova tarifa da energia de Angra 3, certamente influenciaram no aumento de investimentos dentro do novo plano de negócios da Eletrobrás. Anunciado recentemente, o planejamento prevê um foco de recursos na conclusão da obra da usina nuclear, paralisadas desde 2015. A estatal elétrica deve investir no total, entre 2019 e 2023, cerca de R$ 30,2 bilhões, um aumento de 53% na comparação com o plano de negócios anterior. Deste montante, uma fatia de R$ 12 bilhões será destinada a Angra 3.

Em entrevista recente ao Petronotícias, o presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães, afirmou que espera a retomada de obras para o primeiro semestre de 2020. Dentro do novo plano de negócios, a conclusão de Angra 3, por meio de realização de chamada pública internacional, está dentro da primeira diretriz estratégica da Eletrobrás, que prevê o crescimento sustentável da companhia.


O setor de geração, aliás, é o que mais receberá recursos entre 2019 e 2023. A Eletrobrás prevê investimentos de R$ 16,9 bilhões no segmento. Já a parte de transmissão receberá outra grande fatia: R$ 9,5 bilhões. A tabela a seguir detalha o plano de negócios da empresa:

tabela

A companhia disse ainda que planeja concluir, até o final de 2019, o programa de desinvestimento, iniciado em 2018, de ativos e participações acionárias que não sejam considerados estratégicos. “Além disso, serão incorporadas sociedades de Propósito Específico nas quais as Empresas Eletrobras detenham participações majoritárias e encerradas aquelas que não apresentarem viabilidade econômica financeira”, detalhou.

Amanhã (28), será realizado o leilão da Ceal, distribuidora da Eletrobras em Alagoas, a partir das 17h, na sede da B3, em São Paulo.

Leia mais: https://petronoticias.com.br/archives/122536


Leia Também:

Anterior:

Próxima: