Motos: Fabrício Bianchini fecha 2018 como Campeão Brasileiro de Rally Baja -


A Bianchini Rally tem muito a comemorar em 2018. O
piloto Fabrício Bianchini #5 conquistou o título de Campeão Brasileiro de
Rally Baja, por antecipação, na Production Aberta, e não precisaria nem
participar da última prova, o Rally dos Amigos, disputado no sábado (8). Mas
foi até Barra Bonita, no interior paulista, competiu e venceu mais uma!
Gaúcho como é conhecido no meio off-road, pontuou mais uma vitória na
categoria e, de quebra, foi o 3º mais rápido da geral, ao completar o trecho
cronometrado de 124 quilômetros em 1h43m29s.

“Prova muito boa, divertida e rápida. Tiveram alguns trechos que fizemos no
sentido oposto há dois meses, em uma outra prova, mas no geral o Rally dos
Amigos foi bem organizado e só tenho elogios. Além de ter sido, como sempre,
uma confraternização com os amigos”, diz Bianchini que subiu ao lugar mais
alto do pódio na Production Aberta.

Quanto ao desempenho em 2018 nas motos, Bianchini avalia que foi bem
positivo, pois em todas as provas que participou garantiu pódio e esteve
entre os ponteiros. “A temporada foi ótima. Ganhei algumas provas do
Brasileiro de Baja na categoria e uma na geral com o foguete, que nunca me
decepcionou”, conta Bianchini, elogiando a sua Husqvarna 501. O campeão diz
que a temporada foi completa, pois competiu também no Rally Cross Country na
categoria carros e nos UTVs.


“Fomos (com Damon Alencar) Campeões do RN1500 com o T-Rex, na Prototipos T1.
No Rally dos Sertões tive a oportunidade de pilotar, pela primeira vez, um
UTV e fazer dupla com meu amigo Índio (Adhemar Pereira) e foi uma
experiência incrível. No geral foi um ano bem completo para a equipe”,
comemora.

E os pilotos da Bianchini Rally merecem destaque, pois no Brasileiro de
Rally Baja, a equipe teve três entre os Top 5. O paranaense de Londrina
Elias Folly, venceu sete das oito provas na geral e foi o piloto melhor
classificado no ranking do Campeonato, além de ter levado o título na Super
Production. Também de Londrina, Neto Malassise, conquistou o vice-campeonato
e Campeão na Marathon. Além do título na Production Aberta, Bianchini
terminou 2018 em 4º na geral do ranking nacional.

Após vencer também o Rally dos Amigos na geral, Folly declarou: “Este ano
foi espetacular, um ano abençoado e só tenho a agradecer. Fechei a temporada
com chave de ouro com mais essa vitória e terminei também o Rally dos
Sertões com boa colocação (6º na geral). Queria agradecer, entre outros, a
Borilli Pneus e Borilli Racing que sempre nos acompanharam, a Fabrício
Bianchini, menino sangue bom, e a toda equipe Bianchini.”

Sobre a próxima temporada Bianchini faz um suspense. “Posso apenas adiantar
que teremos boas novidades para 2019. Aproveito para agradecer a todos os
patrocinadores e apoiadores a quem dedicamos também os títulos da equipe.
Que venha a próxima temporada!”

Bianchini Rally no Dakar 2019 – Para a edição 2019 do Dakar, que acontecerá
de 6 a 17 de janeiro, no Peru, a Bianchini Rally terá dois pilotos no grid.
Marcos Colvero, de Porto Alegre (RS), estreará na prova e o uruguaio Javier
Fernandez irá para a quarta participação no maior rali do mundo. Colvero já
fez seis edições do Rally dos Sertões com a equipe, enquanto Fernandez duas.
Durante os 5 mil quilômetros do roteiro de 10 etapas, a Bianchini Rally terá
os pilotos Fabrício Bianchini, Marcos Finato e Adhemar Pereira “Índio”
fazendo apoio para os dois competidores. Em 2017, Richard Fliter fez seu
primeiro Dakar e completou com êxito e também foi preparado pela equipe.

Trajetória da equipe – A Bianchini Rally nasceu em 2005, quando Fabrício
Bianchini decidiu montar a sua própria equipe com sede em Alphaville,
Barueri/SP. Dois anos depois, com patrocínio do Grupo Infinity Bio Energy,
juntamente com o piloto Marcos Finato, desenvolveram as primeiras motos de
rali a álcool no Brasil. Pioneira com o projeto tornou-se a primeira equipe
Carbon Free do grid. Entre 2007 e 2010 se chamou Infinity Rally Team, mas a
partir de 2012, passou a adotar o nome Bianchini Rally. Nas edições de 2007
e 2008 foi premiada como Melhor Equipe do Rally dos Sertões. Pela tradição e
profissionalismo conquistados, o time trabalha com pilotos campeões do
segmento duas rodas no Rally dos Sertões, Campeonatos Brasileiros de Rally
Cross Country e de Rally Baja. Nos carros, entre 2013 e 2016, a equipe
disputou a Mitsubishi Cup. Em 2016 Bianchini estreou no Rally dos Sertões
como piloto nos carros, ao lado de Caio Santos, e terminou em sexto na
geral. No ano de 2017, além de competir nas motos (3º na Production Aberta)
encarou um novo desafio e disputou provas de Rally de Velocidade com um
Peugeot 207, como o Rally de Erechim e o Rally da Graciosa e subiu ao pódio
em ambos. Neste ano, foi a vez de estrear como piloto na categoria UTVs, ao
lado de Adhemar Pereira no Rally dos Sertões. Antes em abril, foi Campeão do
Rally RN1500, na categoria, com Damon Alencar e, ainda, fechou 2018 como
Campeão Brasileiro de Rally Baja, na Production Aberta, com a Husqvarna 501.

Mais informações no site www.bianchinirally.com.br e nas redes sociais no
Facebook @equipebianchinirally e Instagram @bianchinirally

Resultado Rally dos Amigos – 8/12

Geral Motos (cinco primeiros)
1) Elias Folly (KTM 450) – 01:41:26 – 1o Super Production
2) Luis Zaparolli (KAWASAKI KLX 450) – 01:42:47 – 1o Regional
3) Fabrício Bianchini (Husqvarna 501) – 01:43:29 – 1o Production Aberta
4) Cesar Dutra (KTM 450) – 01:43:39 – 2o Production Aberta
5) Julio Zavatii (CRF 250F) – 01:45:06- 1o Nacional

Resultado Campeonato Brasileiro de Rally Baja 2018

Geral Motos (cinco primeiros)
1) Elias Folly- 299 pontos – Campeão na Super Production
2) Neto Malasisse – 223 pontos – Campeão na Marathon
3) Cesar Bogo – 194 pontos
4) Fabrício Bianchini – 187 pontos – Campeão na Production
5) Rodrigo Khezam – 183 pontos


Leia Também:

Anterior:

Próxima: