Como planejar os gastos com a entrada do 13º salário -


O pagamento do 13º salário já é esperado por muitos trabalhadores e deverá injetar R$ 211,2 bilhões na economia brasileira até dezembro, o equivalente a cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo estimativa divulgada hoje pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O dinheiro extra na conta pode ser um aliado em um período em que as despesas começam a aumentar. Mas é preciso ter cuidado para que os gastos de fim de ano não compliquem o orçamento.

Para o coordenador do curso de Ciências Contábeis e Gestão Financeira da Anhanguera de Osasco, Marco Antonio Cordeiro, é possível planejar as contas e ainda entrar em 2019 com dinheiro no bolso. “A palavra que deve estar presente todos os dias é planejamento. O ideal, é que todo trabalhador, faça um planejamento do seu 13º salário. Em primeiro lugar saber o valor líquido de recebimento, uma vez que a 1º parcela não possui desconto de impostos, e geralmente é paga no dia 30 de novembro, já a segunda parcela, paga em 20 de dezembro, incide desconto do INSS e IR, o que acaba sendo um valor menor que a 1º parcela. Com a informação do valor, é preciso dar um destino ao dinheiro, e é exatamente neste momento que precisamos fazer escolhas”, orienta.

Segundo ele, para fazer a escolha certa, o trabalhador deve fazer uma autoanálise de seu comportamento e emoções; e avaliar se tem uma reserva financeira, se pode poupar ou guardar e ter dinheiro ao longo do ano.


“Uma vez que se tem uma boa reserva, e se deseja comprar alguns produtos, a palavra de ordem é pesquisar. É preciso pesquisar os preços em diversas lojas, pela internet, ter domínio sobre as informações do produto, e então entra o momento de negociar. Toda venda à vista precisa ter desconto. Não é vergonha pechinchar, negociar, fazer ofertas; qualquer valor economizado poderá ser poupado/guardado”, recomenda.

O consumidor não se deve esquecer também dos impostos de início de ano, como IPVA e IPTU. “Se pagos com antecedência, sempre geram um bom desconto”, finaliza.


Leia Também:

Anterior:

Próxima: