Seminário aborda propostas para enfrentar tuberculose no sistema prisional -


A saúde dentro do sistema prisional, em especial sobre doenças infecciosas como a tuberculose, é tema de debate na Universidade de Santa Cruz. Na segunda e terça-feira (22 e 23), acontecem a 2ª Mostra Estadual da Atenção à Saúde Prisional e o 4º Encontro Regional de Tuberculose.

“Junto com as doenças sexualmente transmissíveis e a Aids, a tuberculose é uma das grandes preocupações da Secretaria da Saúde, doença que já era pra estar erradicada ou declinando”, afirmou o secretário Francisco Paz na abertura do evento, falando para uma plateia formada por trabalhadores e estudantes da área da saúde, da segurança pública e do campo jurídico. “Somos o estado com maior incidência de tuberculose e registramos uma curva ascendente de novos casos e de mortalidade”, acrescentou.

O objetivo do evento é dar visibilidade às ações em saúde no setor, cenário atualmente formado por 36 equipes de atenção básica em 26 municípios. Profissionais e pesquisadores apresentam experiências de trabalho sobre a temática e contribuem para a construção de estratégias coletivas e intersetoriais para enfrentar as principais vulnerabilidades no sistema prisional.


“A luta pela equidade e pela integralidade em saúde é uma das diretrizes da política estadual e nacional e envolve o redimensionamento da organização, da gestão e do planejamento dos processos de trabalho para a construção e qualificação de saberes e práticas em saúde no contexto prisional”, finalizou Paz.

Texto: Ascom SES
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

Leia mais: https://estado.rs.gov.br/seminario-aborda-propostas-de-enfrentamento-a-tuberculose-no-sistema-prisional


Leia Também:

Anterior:

Próxima: