No Rio, manifestações relevam denúncia contra campanha de Bolsonaro -


RIO DE JANEIRO  –  (Atualizado às 17h32) Manifestantes que participaram na manhã deste domingo de um ato em favor da campanha de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República na praia de Copacabana, zona sul do Rio, levaram faixas e cantaram pela vitória de Bolsonaro. Eles também ironizaram as suspeitas de uso ilegal de serviço de disparo em massa de mensagens de aplicativo de celular.

Conforme a “Folha de S.Paulo” revelou na quinta-feira, empresários pagaram pelo envio de pacotes de mensagens com conteúdo contra o PT via Whatsapp, o que configura financiamento empresarial de campanha e, portanto, é proibido por lei.

Eleitores no local entenderam que a reportagem não dispunha de provas e acusam a imprensa em geral de conluio para boicotar a tentativa de Bolsonaro de se eleger presidente. A Folha de S.Paulo obteve documentos que confirmam ofertas ilegais do mensagens por WhatsApp na eleição.


Apoiadores de Bolsonaro, reunidos desde antes das 10h na Praia de Copacabana, zona sul da cidade, levaram uma faixa com as cores da bandeira do Brasil e a inscrição “não aceitaremos fraude”, na qual recolheram assinaturas em favor do candidato do PSL. A faixa, de acordo com os organizadores do ato, será entregue ao Tribunal Superior Eleitoral para reforçar, segundo eles, a campanha contra “fraudes” nas eleições.

 

Entre os cânticos dos simpatizantes, ouviu-se o grito de “Não vai ter fraude”, e “mito, mito”, em referência a Jair Bolsonaro. 

 

Organizado por movimentos como #VemPraRua e Movimento Brasil Livre (MBL), o ato em favor de Bolsonaro e contra o PT, reuniu vários carros de som no posto 5 da orla de Copacabana. 

 

No principal trio-elétrico, havia integrantes da brigada de parqueidistas do Exército, de farda e boina grená. No público, na frente do carro de som, também havia veteranos da Polícia do Exército e um militante de Bolsonaro compareceu vestindo farda semelhante à usada pela tropa de choque da Polícia Militar, lembrando o personagem “Robocop”.

Leia mais: https://www.valor.com.br/politica/5939057/no-rio-manifestacoes-relevam-denuncia-contra-campanha-de-bolsonaro


Leia Também:

Anterior:

Próxima: