De Blasio, prefeito de Nova York, assina lei permitindo terceiro “gênero” em certidão de nascimento: Trump agradece -


O ultra-esquerdista prefeito de Nova York, De Blasio, sancionou uma lei que permite que os residentes da cidade selecionem uma terceira categoria de gênero em suas certidões de nascimento sem ter que obter aprovação de um profissional médico.

“Os nova-iorquinos deveriam ser livres para dizer ao seu governo quem eles são – e não o contrário”, disse De Blasio no Edie Windsor SAGE Center, em Manhattan. A partir de 1º de janeiro, uma categoria de identidade “não-binária” conhecida como “X” estará disponível em certidões de nascimento e outros documentos oficiais do governo para residentes da cidade que não se considerem homens ou mulheres.


Especificamente, os nova-iorquinos transgêneros não precisarão mais de uma carta de um médico ou de uma declaração juramentada de um prestador de serviços de saúde licenciado para mudar seu gênero. Eles poderão enviar sua própria declaração solicitando uma alteração de identidade de gênero.

Com a mudança, Nova York se une à Califórnia, Washington, Nova Jersey e Oregon para fornecer uma terceira categoria de gênero nas certidões de nascimento. Washington, DC, permite isso em carteiras de motorista.

O que comentar sobre isso? Ora, é justamente esse tipo de mentalidade “progressista” que tanto ajudou a eleger Trump nos Estados Unidos e provavelmente vai garantir a vitória de Bolsonaro no Brasil. Claro que não é apenas uma reação a essas bizarrices de “ideologia de gênero”, mas certamente isso ajuda candidatos conservadores. Os esquerdistas levaram a loucura longe demais em nome da “diversidade”, e as famílias normais, maioria, reagem.

Portanto, a melhor reação a esse tipo de notícia é o meme com o presidente Trump celebrando, com seu estilo ímpar:

Nada mais a dizer, meritíssimo.

Rodrigo Constantino

Leia mais: https://tracking.feedpress.it/link/13500/10538736


Leia Também:

Anterior:

Próxima: