Troco Simples acelera negócio e chega grandes redes -


A situação é bem comum. Você vai a um estabelecimento, paga com dinheiro e recebe moedas de troco. A pergunta é: onde vão parar todas essas moedas? Para se ter uma ideia, o Banco Central estima que cerca de 7 bilhões de moedas são retiradas de circulação por ano, o que, em reais, daria cerca de R$ 500 milhões. Você já imaginou o quanto você ganharia se, ao invés de largar as moedas no bolso, ou no carro, você as guardasse em uma conta que rendesse?
Pois foi pensando nisso que surgiu em 2017 o Troco Simples, uma plataforma que torna o troco digital e ainda faz as moedinhas renderem 6% ao ano. Com a necessidade do mercado e a já conhecida falta de troco dos estabelecimentos comerciais, o Troco Simples ganhou fôlego e foi acelerado por duas importantes empresas: a Darwin e a Totvs (Idexo). Com isso, a plataforma evoluiu e já estará automaticamente integrada a diversos estabelecimentos comerciais que possuem os sistemas Totvs, Bemacash, Go Hiper, Compufour e possivelmente um dos principais diferenciais é de estar integrado diretamente no TEF pela Software Express.
“As mentorias que recebemos e os investimentos na melhoria da tecnologia garantiram a expansão do nosso negócio. Antes o usuário precisava baixar o aplicativo para se cadastrar, as em pouco tempo a comodidade será muito maior. Logo bastará apenas digitar o CPF para o troco cair na conta Troco Simples do cliente, ou mesmo digitar seu PIN para utilizar o saldo de trocos como parte do pagamento sem a necessidade de baixar o APP. É benéfico para os dois lados, comerciante e cliente, os dois saem ganhando”, explica Anderson Locattelli, Diretor Executivo do Troco Simples.
A melhora do sistema foi possível após investimento de mais de 150 mil reais na atualização da plataforma. Além disso, a empresa recebeu mentoria de profissionais de grandes empresas como a B3, Bolsa Bovespa, RTM, Transunion e a Neoway. A aceleração aconteceu através da Darwin e agora está acontecendo através da IDEXO (Totvs).
“Um dos objetivos durante o processo de aceleração foi o de facilitar a utilização da plataforma tanto para o usuário final quanto para os estabelecimentos. E a equipe do Troco Simples conseguiu fazer com que isso acontecesse através da parceria com grandes players. A necessidade do aplicativo, que era uma barreira, foi transformada em facilidade para o mercado. O Troco Simples apresenta uma solução pioneira, que tende a crescer exponencialmente com a abertura de mercado”, conta Anderson Wustro, diretor da Darwin.
McDonald’s Drive Barigui Curitiba adota Troco Simples
Com as parcerias firmadas e investimentos, a projeção é que, em cinco anos, a plataforma já esteja disponível em mais de 100 mil estabelecimentos comerciais, entre eles lanchonetes, mercados e redes supermercadistas, cafés, lojas e até estabelecimentos menos convencionais como clínicas dentárias e outras empresas de serviço.
E tudo isso já começa a dar resultados. Em Curitiba, por exemplo, a franquia McDonald’s Drive Barigui da Mario Tourinho, ao lado da Havan, passa a oferecer a utilização da plataforma como forma de facilitar a vida tanto do estabelecimento quanto dos usuários. Essa franquia da maior rede de fast food do mundo, que já está operando com mais de 25% das vendas em dinheiro com troco entregue através do Troco Simples, está passando por uma fase de testes e, de acordo com os resultados, expandirá a utilização para todas as lojas e quiosques do franqueado nessa cidade. Em Curitiba também a rede Los Paleteros e mais de 50 estabelecimentos já utilizam a plataforma para facilitar o troco.
“Trouxemos uma solução para um problema real no nosso país que é a falta de troco. Não é de hoje que o comércio gasta tempo e dinheiro para conseguir trocar dinheiro e moedas e servir bem seu cliente. Não vejo mais volta, tornar o troco digital e ainda fazer ele render, é realidade no nosso país com o Troco Simples”, comenta Guilherme Belotto, diretor comercial do Troco Simples.


Leia Também:


Anterior:

Próxima: