Fórum Sucroenergético: 220 das 340 usinas do Centro-Sul estão paradas -


cana

Leia também:

A suspensão nas operações ocorre pela falta de diesel utilizado na colheita, plantio e irrigação da cana-de-açúcar, e de outros insumos, principalmente produtos químicos como cal, ácido sulfúrico, para o processo industrial.


“Caso o problema persista, até a próxima quinta-feira (31) todas as unidades produtoras desta região estarão com suas atividades interrompidas”, informou a entidade em comunicado. O Centro-Sul é responsável por 94% da produção de etanol no País e as usinas geram 600 mil empregos diretos. As outras usinas estão localizadas no Nordeste do Brasil, que está no período de entressafra de cana-de-açúcar e as unidades estão fechadas.

O Fórum Nacional Sucroenergético estima perda de receita de R$ 300 milhões com a paralisação iniciada no dia 21 de maio. As usinas deixaram de produzir mais de 250 mil toneladas de açúcar e 300 milhões de litros de etanol no período. “Estamos em plena safra e as distribuidoras não conseguem tirar os produtos para entrega nos postos para o abastecimento”, informou.

LEIA TAMBÉM: Em SP, 150 usinas de cana poderão paralisar as atividades 

O comunicado informa que as usinas terão dificuldades em pagar salários, fornecedores e impostos, pois não há faturamento. “Além do setor e da sociedade, os governos serão afetados com uma arrecadação de impostos menor.” Outro problema que pode ocorrer caso as usinas permaneçam fechadas é o corte no fornecimento de energia elétrica para o sistema, cogerada por meio da queima do bagaço da cana.

Leia mais: https://www.infomoney.com.br//mercados/agro/noticia/7444167/forum-sucroenergetico-220-das-340-usinas-centro-sul-estao-paradas


Leia Também:

Anterior:

Próxima: