“Meu voo atrasou. E agora?” Saiba quais são os direitos dos passageiros em casos de atrasos e cancelamentos -


No início do ano, período de férias e alta estação, o número de viagens de avião realizadas aumenta em todo o País. Para atender à demanda, algumas companhias aéreas oferecem voos extras e rotas diferenciadas. Mas, mesmo com uma “força tarefa” programada, alguns problemas permanecem. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), os atrasos de voos são considerados um dos maiores problemas enfrentados pelos viajantes.

As causas são diversas: tráfego aéreo, problemas técnicos, condições meteorológicas ou até mesmo o próprio passageiro, quando realiza o check-in, despacha as bagagens, mas não comparece no embarque. Para minimizar o desconforto e caos, foram desenvolvidas algumas obrigações a serem cumpridas pelas companhias aéreas e aeroportos. De acordo com a ANAC, os passageiros devem ser informados a cada 30 minutos sobre o status dos voos e, em caso de cancelamento, a informação deve ser dada imediatamente. Conforme o tempo de espera, as empresas devem oferecer, gratuitamente, assistência material (acesso à internet, telefone e alimentação por meio de voucher, por exemplo).

Quando o atraso ultrapassa quatro horas, é obrigação da companhia aérea oferecer reacomodação (em caso de pernoite no aeroporto), reembolso integral e outra mobilidade de transporte ao passageiro, conforme escolha do passageiro. “Devido aos atrasos e cancelamentos de voos, temos uma movimentação maior nesse período do ano – ainda mais pelo fato de estarmos próximos ao aeroporto Internacional Salgado Filho”, comenta o gerente geral do Deville Prime Porto Alegre, André Machado.


Conferir o site da companhia aérea e o e-mail cadastrado para verificar se não houve alterações nos voos, chegar com antecedência ao aeroporto e se atentar aos painéis informativos são algumas medidas que podem evitar atrasos por parte do passageiros. Também é recomendado optar por voos diretos. Caso não seja possível, é importante que a haja um tempo adicional entre voos, o que ajuda a reduzir a possibilidade de perder o embarque do próximo trecho.

O HOTEL

Situado a apenas 800 metros do Aeroporto Internacional Salgado Filho, o Deville Prime Porto Alegre está a 15 minutos do centro da cidade e na principal via de acesso à região industrial e ao Vale dos Sinos. Com um ambiente moderno, infraestrutura completa e serviços diferenciados, o hotel é ideal para aqueles que viajam a lazer ou a negócios. Entre os atrativos estão o Centro de Convenções, a academia, o Restaurante Ventanas, a piscina, a quadra de tênis e a unidade da Rede de Spas Shishindo.

O GRUPO

A Rede Deville começou suas atividades com o Hotel Deville Colonial, no centro de Curitiba. Desde então, vem crescendo e se consolidando como um dos principais grupos hoteleiros do País. Atualmente, atua como operador e investidor nas regiões Sul, Sudeste, Centro Oeste e Nordeste, com nove hotéis, 1.479 acomodações e mais de 1.100 funcionários. Administra o São Paulo Airport Marriott Hotel (SP), Deville Prime Campo Grande (MS), Deville Prime Cuiabá (MT), Deville Prime Porto Alegre (RS), Deville Prime Salvador (BA), Deville Business Curitiba (PR), Deville Business Maringá (PR), Deville Express Cascavel (PR), Deville Express Guaíra (PR).


Leia Também:

Anterior:

Próxima: