A força do comércio, também vem do campo

Quando o campo vai bem, o comércio tem crescimento. O cenário econômico do Rio Grande do Sul, há muitos anos, tem tido essa característica e por isso o reconhecimento por parte da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS a importância que o segmento rural. Durante a quarta-feira (30/08) o presidente da entidade que representa o varejo no estado esteve no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), e participou de reunião almoço no Salão de Eventos Banco do Brasil, juntamente com o governador do estado, José Ivo Sartori e com o presidente do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffareli.

– O segmento rural cumpre um papel importantíssimo na cadeia econômica e estamos sempre dispostos a trabalharmos juntos pelo crescimento de nossa economia – afirmou Koch.

Durante o encontro foram assinados contratos do Banco do Brasil com setores produtivos do Rio Grande do Sul para custeio da industrialização de produtos agropecuários com a CCGL; contrato de financiamento para garantia de preços ao produtor (FGPP) e um contrato de custeio pela linha Coopinsumos com a Cotrijal. Também foi feita formalização da operação de investimento pela linha ABC (Agricultura baixo carbono), para correção de solo, com a Private. O Banco do Brasil é responsável por 60% do financiamento para o setor agropecuário no país. No mês de agosto, o Rio Grande do Sul contratou R$ 1 bilhão de financiamento nas linhas do agro.

Participaram do encontro, o vice-presidente de Agronegócio do Banco do Brasil, Tarcisio Hubner; o diretor de Agronegócio, Marco Túlio da Costa; o diretor de Distribuição, Reinaldo Kazufumi Yokoyama, além de secretários de estado e líderes de entidades representativas do segmento.




Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade