Com ultrapassagens e duelos nas águas, Brasileiro de HPE 25 tem dia perfeito em Ilhabela (SP)

Sol e vento leste entre 10 e 13 nós ofereceram cenário ideal para mais três regatas do Campeonato Brasileiro da Classe HPE 25 nesta sexta-feira (16). Ultrapassagens e duelos espetaculares mantiveram a adrenalina das 24 tripulações que participam da competição. Atik, da Marinha do Brasil, Ginga e Take Ashauer foram os três vencedores do dia. Phoenix, Fit to Fly e Ginga são respectivamente os três primeiros na classificação geral após cinco regatas. Outras cinco devem ser disputadas até o próximo domingo.

As condições favoráveis de vento, aliada ao elevado nível das tripulações, fez com que a flotilha velejasse muito junta, o que exigiu intervenção dos umpires (juízes embarcados) em vários momentos, principalmente nas largadas e montagem da boia de barla (final da perna de contravento). Na segunda regata, Ginga e Phoenix travaram duelo particular na última perna de popa, decidido em favor do Ginga quase em cima da linha de chegada.

Brasileiro de HPE 25As manobras das embarcações proporcionaram emoção constante na raia e um show de imagens, que podem ser assistidas nos flashes ao vivo da página “ Classe HPE ” no Facebook. O desempenho do Atik no vento em popa levou a tripulação da Marinha à vitória na primeira regata do dia. “Realmente nossa tática no popa fez a diferença. Eu e nosso timoneiro, Mário Tinoco estávamos bem entrosados com o barco. Vencemos a Taça Comodoro no Rio de Janeiro com cinco vitórias em cinco regatas”, enfatizou a proeira Larissa Juk, sargento da Marinha, assim como Tinoco.

Após a dramática vitória na segunda regata do dia, o comandante do bicampeão brasileiro, Ginga, Breno Chvaicer, comentou a manobra decisiva durante o duelo com o líder do campeonato, Phoenix. “Em vez de darmos o jibe (mudar a direção da proa a favor do vento), optamos por orçar para encobrirmos o vento que chegaria até eles. Depois seguimos em linha reta até a linha de chegada”.

A terceira prova da sexta-feira e quinta da competição com vitória do Take Ashauer, teve o Phoenix na terceira colocação, atrás do Fit to Fly, resultado que manteve o barco do tático André Fonseca na liderança. “Além de velejarmos muito bem, o sol e o vento reforçaram as belezas naturais de Ilhabela. O dia foi fantástico. Nosso desafio agora é conservar a primeira colocação até o final. Ginga e Fit to Fly estão muito fortes. Precisamos manter a concentração”, recomendou o velejador olímpico Bochecha.

Classificação após cinco regatas
1) Phoenix (Eduardo Souza Ramos): 3+1+4+2+3 = 13 pontos perdidos
2) Fit to Fly (Henrique Hadad): 2+4+6+3+2 = 17 pp
3) Ginga (Breno Chvaicer): 11+2+2+1+6 = 22+2* = 24 pp
4) Dom (Pedro Lodovici): 7+3+7+5+4 = 26 pp
5) Atik (Mário Tinoco): 8+11+1+4+7 = 31 pp

*Ginga teve dois pontos acrescidos por penalidade sofrida na quinta regata




Leia Também:
Anterior:

Próxima:

Publicidade